As flores da avó

As flores da avó

 

Aqui está um casamento que há muito queria partilhar!

A dias (e eram poucos) do grande dia, a descontraída e contagiante noiva, entre o amargo do café e o doce de Belém, falou-me das suas aventuras de noiva, dos tempos e contratempos, da partilha e envolvimento dos amigos e da família para a preparação desta celebração ao amor. No meio desta conversa pediu-me aquele que seria o seu ramo de noiva. Tinha de ser branco porque queria paz e gostava que as flores lembrassem as flores do quintal da sua avó, não tinha mais requisitos e o voto de confiança foi dado. A noiva, que era amiga da minha amiga é hoje minha amiga também!

Este é um dos ramos que se tornaram inesquecíveis, que me deram um enorme prazer em criar e que hoje (mais ou menos 550 dias depois) partilho aqui, nesta nossa planície florida. Como todos os detalhes são importantes e todos feitos pela família, amigos e conhecidos partilhamos um pouco mais que flores.

 

03-07220404-0829192215ramo-08-08
05-10A-0606-11_A-07

1376_conjunto-06

09-09

1246

Pelo Douro ou pelo Tejo, por aqui e acolá que esta caminhada que neste dia confirmaram seja longa e muito feliz.

 

***

Design floral | Flor de Laranjeira 

Fotografia * | André Henriques Fotografia

Restaurante | Restaurante Coa Museu 

2014 . Vila Nova de Foz Coa

* algumas fotografias foram recortadas, consultar o Wedding Portfolio